Código de Defesa do Consumidor


  • Palestra
  • Responda as Questões
  • Registro de Alunos [13]
Conheça um puco mais sobre o Código de Defesa do Consumidor.






O Código de Defesa do Consumidor trouxe muitas mudanças para o consumidor. Mas ainda existem desafios a serem vencidos. Com relação ao consumidor, quais são as alternativas corretas?


A cultura do brasileiro em relação a reclamar seus direitos está mudando. Os consumidores mais jovens hoje reclamam mais do que os mais velhos.
Nos Estados Unidos, a relação com o consumidor é sempre de confiança. Por exemplo, o consumidor pode trocar um produto usado mesmo sem nota fiscal.
Apesar dos avanços, os fornecedores ainda não têm a iniciativa de atender bem ou vender um bom produto ao consumidor.
Mesmo com o Código de Defesa do Consumidor, é preciso uma mudança na cultura das empresas com relação ao consumidor.


São direitos básicos do consumidor:


A proteção da vida, saúde e segurança contra os riscos provocados por práticas no fornecimento de produtos e serviços considerados perigosos ou nocivos.
A manutenção de assistência jurídica, integral e gratuita para o consumidor carente.
A facilitação da defesa de seus direitos, inclusive com a inversão do ônus da prova, a seu favor, no processo civil, quando, a critério do juiz, for verossímil a alegação ou quando for ele hipossuficiente, segundo as regras ordinárias de experiências.
A informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade e preço, bem como sobre os riscos que apresentem.


Sobre o Código de Defesa do Consumidor é correto afirmar que:


Os direitos do consumidor brasileiro são respeitados desde a década de 60, quando foi instituído o Código de Defesa do Consumidor.
Dia 15 de março é considerado o Dia Mundial dos Direitos do Consumidor.
O ex-presidente dos Estados Unidos, John Kennedy, foi quem começou o movimento pelos Direitos do Consumidor, em 1962.
No Brasil, os direitos do consumidor começaram a ser respeitados com a criação do Código de Defesa do Consumidor.



Declaro que EU assisti ao vídeo: Código de Defesa do Consumidor e respondi as questões solicitadas.
  • Data Inicial : 12/9/2016 3:51:28 UTC 2016
  • Ip do Computador : 54.146.179.146




  • Logs de acesso, com hora precisa de início e fim.
  • Movimentações no site
  • Todas tentativas de envio das questões para pontuar e receber o certificado.
  • IP, Tempo ativo etc...



Maria Aparecida Tomé da Silva - nota (5) Nota que Maria Aparecida Tomé da Silva obteve na avaliação do estudo. - resume:
No Brasil os direitos do consumido é considerado brando por isso os empresários não atuam de forma correta e responsável. O brasileiro não tem o hábito de reclamar os seus direitos, por isso não buscam o proco e seus serviços com frequência, O proco foi criado para atuar e atender e defender o usuário que teve os seus direitos feridos pelas empresas e seus serviços. O proco tem pessoas atuantes e apresenta bons serviços a comunidade que buscam os seus direitos com responsabilidade.

Davi Souza Teixeira - nota (9) Nota que Davi Souza Teixeira obteve na avaliação do estudo. - resume:
O Consumidor precisa hoje em dia ter voz ativa, reclamar de seus direitos e ser corajoso, nao precisar de ministro ou presidente, pode ele mesmo reclamar;

Anderson Rossi - nota (7) Nota que Anderson Rossi obteve na avaliação do estudo. - resume:
é certo que a sociedade atual precisa mudar o antigo habito e lutar por seus direitos , pois atualmente os jovens são os que tomam mais as iniciativas , enquanto as pessoas de mais idade não mudaram sua concepção a respeito do mesmo.

Humberto Lopes Neto - nota (6.7) Nota que Humberto Lopes Neto obteve na avaliação do estudo. - resume:
o codigo de defesa do consumidor foi criado ha 18 anos no dia 15 de novembro, começou-se falar em direito do consumidor nos anos de 1960 pelo então presidente do USA Joh Knedy...

Giovani Coelho - nota (3) Nota que Giovani Coelho obteve na avaliação do estudo. - resume:
Temos no Brasil uma legislação especifica que atua na defesa do consumidor, mesmo com este legislação, percebemos que ainda há por parte de prestadores de serviços, descaso com o consumidor.

Luciana da Silva Marmor - nota (9) Nota que Luciana da Silva Marmor obteve na avaliação do estudo. - resume:
O consumidor ainda não tem o hábito de correr atrás dos seus direitos, por falta de informação, tempo e comodismo. As empresas hoje está se adequando a realidade atual que os jovens tem essa noção de direito e correm atras, além de vários outros meios que como as mídias sociais tem sido um caminho para a as reclamações



Maria Aparecida Tomé da Silva - nota (5) Nota que Maria Aparecida Tomé da Silva obteve na avaliação do estudo. - comenta:
O código de defesa do consumidor é importante para a comunidade e empresas atuantes com responsabilidade no mercado seja no Brasil ou no exterior. Os serviços apresentados pelos fornecedores no mercado devem apresentar condições de uso e qualidade deste modo, diminuiria o número de reclamações e procura ao proco. Aprendi que devo ter mais atenção na leitura para melhor entendimento. Obrigada

Cristina Rodrigues Ortiz - nota (8.5) Nota que Cristina Rodrigues Ortiz obteve na avaliação do estudo. - comenta:
é muito importante este assunto alem de novo e com diversos aspectos de novidade mediante asw relaçoes de consumo estarem evoluindo junto com a tecnologia. ainda ha muito a ser discutido sobre o tema e a legislacao ainda devera ser modificada para se adaptar a sociedade.

Leandro Tartarini de Souza - nota (6.7) Nota que Leandro Tartarini de Souza obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Obrigado pela aula de muito interesse fazendo o aluno apreender cada dia mais.

LÍVIA ROMEIRO PELLOZO - nota (7) Nota que LÍVIA ROMEIRO PELLOZO obteve na avaliação do estudo. - comenta:
O CDC demonstra como um consumidor pode se defender quanto aos seus direitos quando da aquisição de produtos ou serviços não fornecidos de acordo, e como as empresas devem se comportar em relação ao consumidor.

Davi Souza Teixeira - nota (9) Nota que Davi Souza Teixeira obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Muito interessante o curso, precisamos aprender muito ainda sobre nossos diretos, jovens! vamos mudar o Brasil, reclame seus direitos, são nossos!

Anderson Rossi - nota (7) Nota que Anderson Rossi obteve na avaliação do estudo. - comenta:
O código de defesa do consumidor e uma forma de lutar por seus direitos .

Rodrigo Oliveira Cortes - nota (6.7) Nota que Rodrigo Oliveira Cortes obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Devido a falta de costume do Brasileiro em reclamar seus direitos o CDC não é exercido de forma correta. Apesar de estar passando por uma grande evolução, muita coisa pode ser melhorada, tanto da parte dos consumidores quanto fornecedor.

Processing your request, Please wait....