Criança – A Alma do Negócio


  • Palestra
  • Responda as Questões
  • Registro de Alunos [5]
Documentário mostra como no Brasil a criança se tornou a alma do negócio para a publicidade. É mais fácil convencer uma criança do que um adulto.






Este documentário mostra que as crianças são bombardeadas por propagandas que estimulam o consumo. Sobre o consumo infantil é correto dizer que:


O conteúdo comunicacional para as crianças de até 6, 7 anos é racional.
Especialistas concordam que a publicidade promete não somente a alegria da posse. Ela promete a alegria da existência na sociedade.
Segundo dados apresentados no documentário, 78 % das crianças de classe AB possuem celular.
Pesquisas mostram que 80% da influência sobre uma compra dentro de uma casa vem das crianças.


Vários exemplos sobre o consumismo infantil são levantados no documentário. Eles mostram que:


Para pertencer a um grupo, as crianças estão hoje condicionadas à possibilidade de ostentar algum produto diferenciador.
Os celulares, que têm um papel diferenciador entre as pessoas. As crianças fazem comparações entre modelos e se diferenciam por eles.
Conseguir dar tudo o que a criança pede é que vai ajudar no desenvolvimento dela. Ao frustar ou negar algo a uma criança, isso prejudica seu desenvolvimento.
O estímulo desenfreado aos desejos colocam os pais como vilões, como aqueles que negam os desejos.



Declaro que EU assisti ao vídeo: Criança - A Alma do Negócio e respondi as questões solicitadas.
  • Data Inicial : 12/5/2016 4:29:30 UTC 2016
  • Ip do Computador : 54.158.83.210




  • Logs de acesso, com hora precisa de início e fim.
  • Movimentações no site
  • Todas tentativas de envio das questões para pontuar e receber o certificado.
  • IP, Tempo ativo etc...



Gisele Santos de Faria - nota (10) Nota que Gisele Santos de Faria obteve na avaliação do estudo. - resume:
As crianças são cada vez mais estimuladas ao consumo. Segundo o vídeo, as crianças brasileiras assistem cerca de 4h51min de televisão por dia, são as que mais assistem no mundo. Como os pais não têm, muitas vezes, muito tempo para dedicar a seus filhos eles suprem esta falta dando presentes, coisas materiais, e que muitas vezes nem são utilizadas. Isso é ruim para o desenvolvimento e amadurecimento delas porque é com os "nãos" que a vida nos dá desde criança que nos tornamos fortes para enfrentar dificuldades posteriores. As crianças estão valorizando cada dia mais o consumismo, são hipnotizadas pela mídia para consumirem coisas que muitas vezes seus pais não podem pagar. Isso porque elas acreditam que tendo determinado produto elas serão aceitas na sociedade, não é o produto em si que elas querem, mas sim a aceitação no grupo e atenção. Só que esta prática consumista não é saudável porque deixar de brincar e interagir faz com que as crianças se tornem adultos cada vez mais anti-sociais, com dificuldades criativas e cada vez mais imaturos, uma vez que se teve uma infância parecida "espelhada" na vida adulta de consumo, compras, eletrônicos e competição. Seria muito bom que as crianças de hoje em dia valorizassem o contato humano, a conversa, as brincadeiras de rua e brincadeiras em casa com jogos e bonecos que estimulam a imaginação, assim se tornariam adultos mais simples, menos materialistas, capazes de solucionar conflitos com maior facilidade e valorizando a família e igualdade social.



Anderson Telles Lopes - nota (10) Nota que Anderson Telles Lopes obteve na avaliação do estudo. - comenta:
ótimo o documentário!!!!

ELISANGELA HOFF - nota (7.5) Nota que ELISANGELA HOFF obteve na avaliação do estudo. - comenta:
A criança tem um papel importante no consumo atual.

Gisele Santos de Faria - nota (10) Nota que Gisele Santos de Faria obteve na avaliação do estudo. - comenta:
É importante educarmos nossos filhos de uma forma mais próxima, com mais atenção, sem simplesmente deixá-los a mercê da mídia e do consumo. Acredito que uma criança feliz em casa não vai se sentir excluída porque o coleguinha tem um sapato ou uma boneca diferente, ela pode inclusive ensinar seus colegas a aceitarem uns aos outros a serem como são, basta esta educação vir de berço e ser bem aproveitada pela criança que está aprendendo. Do contrário, como eles irão valorizar as pequenas coisas no futuro e serem adultos melhores e tornarem o país melhor sendo que os pais não sabem dizer "não" e nem sempre explicam o motivo pelo qual a criança não pode ter o que quer naquele momento? É importante ter pais que eduquem com afeto e disciplina deixando a mídia influenciar o mínimo possível na educação dada.

Artur Arantes Santos da Silva - nota (10) Nota que Artur Arantes Santos da Silva obteve na avaliação do estudo. - comenta:
A criança deve desde de pequena ser orientada pelos pais e familiares a como reagir com esta forte influência gerada sobre elas. A questão é como educa-las e não o que pode ou não pode comprar.



Você também pode deixar sua marca!!!
Além de contribuir com o aprendizado de futuros alunos você também ganha um troféu em seu certificado!

Somente é possível registrar resumo ou recado após enviar as questões para avaliação.

Processing your request, Please wait....