Depressões e Distimias


  • Palestra
  • Responda as Questões
  • Registro de Alunos [12]
Benilton Bezerra é doutor em Saúde Coletiva e fala sobre os problemas e características das depressões e distimias.






Sobre a depressão é correto afirmar:


É o segundo maior problema de saúde pública no Brasil.
Pode surgir como sintoma de outras doenças.
É considerada a doença do século.
A depressão decorre apenas de problemas emocionais.


Sobre os tipos de depressão é correto afirmar:


Existe depressão reativa, endógena e provocada.
A depressão reativa é mais comum no ser humano e qualquer um pode ter.
Depressão endógena não precisa necessariamente de causas externas para ocorrer.
A depressão endógena é considerada mais grave e pode levar a morte.



Declaro que EU assisti ao vídeo: Depressões e Distimias e respondi as questões solicitadas.
  • Data Inicial : 12/9/2016 9:42:25 UTC 2016
  • Ip do Computador : 54.158.92.239




  • Logs de acesso, com hora precisa de início e fim.
  • Movimentações no site
  • Todas tentativas de envio das questões para pontuar e receber o certificado.
  • IP, Tempo ativo etc...



mirian albino - nota (10) Nota que mirian albino obteve na avaliação do estudo. - resume:
O estudo sobre depressões e distimias é importante para o conhecimento e como tratar esse tema. O palestrante BENILTON BEZERRA, é doutor em saúde coletiva,ele fala sobre os problemas e características das depressões, afirma que a depressão pode surgir como sintoma de outras doenças, que é o segundo maior problema de saúde pública no brasil. É considerada a doença do século,diz também que existe dois tipos de depressões chamadas de: Reativa e depressão Endôgena. Ele define a reativa como uma depressão mais comum no ser humano que qualquer pessoa pode ter, já a endôgena é mais grave e pode até levar a morte.

ANA CATARINA SERAFIM ARAUJO - nota (8.5) Nota que ANA CATARINA SERAFIM ARAUJO obteve na avaliação do estudo. - resume:
A depressão é um nome técnico para o estado da alma. As depressões são o segundo maior problema de saúde pública, perdem somente para doenças cardíacas. Isso traduz o que é a nossa cultura, em como lidamos com o sofrimento. Muitas vezes a depressão pode ser um sintoma secundário de alguma doença que pode ser de ordem fisiológica como hipotireoidismo, câncer, problemas renais e infecciosos. Pode ser um conjunto de sinais e sintomas síndrome ; pode ser um dos polos do transtorno bipolar mania e depressão, existem níveis entre as depressões. Há a depressão reativa, que ocorre após uma perda, frustração ou qualquer outro evento traumático, seria um modo de reagir diante de situações da vida. Sua motivação é clara, é possível o indivíduo identificar sua origem. A depressão endógena é encontrada em quadros de transtorno bipolar, onde tem como característica principal não ter motivação externa. O indivíduo não encontra nenhuma razão existencial ou perda que se explique sua origem, vai se perdendo a motivação em fazer atividades cotidianas que outrora lhe trazia prazer. Essa depressão é considerada mais grave, pois os indivíduos acometidos pela mesma tem tendência ao autoextermínio. A depressão secundária é oriunda a outra espécie de doença ou condição física, é preciso avaliar o espectro da depressão. Há a depressão mascarada, onde não necessariamente há um quadro de entristecimento do indivíduo, visto que pode se manifestar por alterações fisiológicas como constipação, irritabilidade gástrica, irritabilidade psíquica, várias alterações laterais onde sutilmente tem ao centro a tristeza. Porém fazer uma análise fenomenológica se descobre que se trata de uma depressão. Ou seja, tristeza nem sempre é sinônimo de depressão. A depressão sazonal está intimamente relacionada ao ambiente físico, onde normalmente no inverno há indivíduos que desenvolvem um quadro depressivo, onde não necessariamente há conflitos existenciais. A distimia é caracterizada por apresentar um estado depressivo leve e prolongado, além de outros sintomas. São necessários dois anos contínuos em que o quadro depressivo se apresente para adultos, enquanto as outras depressões podem ser identificadas em um menor tempo. Para o diagnóstico da distimia é preciso primeiro descartar as fases mudança do humor como a mania ou como uma depressão maior. Há ausência capacidade de elaborar objetivos na vida, ausência de sentido da vida, não se sabe pra onde vai, falta de interesse em suas atividades, há um esvaziamento existencial, falta de apetite ou apetite em excesso, Insônia ou hipersonia, falta de energia ou fadiga, dificuldade de concentrar-se ou tomar decisões, sentimento de falta de esperança. Em todas essas descrições existem as diferenças em dimensões subjetivas para cada indivíduo em dimensões biológica em sua totalidade , fenomenológica do ponto de vista do individuo , psicodinâmica todos os processos psíquicos e a dimensão ambiental cultural .

maria luciene alves alcantara - nota (10) Nota que maria luciene alves alcantara obteve na avaliação do estudo. - resume:
Depressão considera doença do seculo, pode surgir como sintomas parecidos com outra doença, é um problema de saúde publica. Não é sinonimo de TRISTEZA. É um campo muito vasto

Hezrom José da Silva - nota (7) Nota que Hezrom José da Silva obteve na avaliação do estudo. - resume:
Essas disfunções se tornou comum nos tempos atuais, e se não for tratada com seriedade, poderá trazer danos maiores , como aumento da mortalidade e jovens e adultos. o tratamento psicológico, é fundamental .



DABYLLA DUARTE - nota (8.5) Nota que DABYLLA DUARTE obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Para combater a depressão e necessário buscar a Deus para quebrar as barreiras malignas e os demônios da depressão.

Karin Luana Nessel de Almeida - nota (10) Nota que Karin Luana Nessel de Almeida obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Assunto muito interessante, vale a pena assistir o vídeo.

Maria Marcelina Machado - nota (10) Nota que Maria Marcelina Machado obteve na avaliação do estudo. - comenta:
DEPRESSÕES E DISTIMIAS SÃO DOENÇAS MUITO COMPLEXAS, POIS HÁ MUITO O QUE SE APRENDER, GOSTEI DA PALESTRA GOSTARIA DE MAIS TEMAS PARECIDOS POIS HOJE LIDAMOS COM PESSOAS PORTADORAS DE VÁRIOS TIPOS DE DEPRESSÕES E SABER COMO LIDAR COM ELAS E ATÉ MESMO CASO APAREÇA EM NÓS , DETECTAR A TEMPO E PROCURAR UM ESPECIALISTA CAPACITADO A TEMPO.

mirian albino - nota (10) Nota que mirian albino obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Aprendi como evitar ter depressão, procurando por uma melhor qualidade de vida, fazendo algumas coisas práticas que funcionam como remédio ex: exercício físico, pensamentos positivos e outros...

Camila Bregeiron Sielski - nota (7) Nota que Camila Bregeiron Sielski obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Depressão é a doença que mais afeta pessoas hoje no mundo, o curso é de grande importância para todos aprenderem a lidar com este problema cada vez mais comum.

ANA CATARINA SERAFIM ARAUJO - nota (8.5) Nota que ANA CATARINA SERAFIM ARAUJO obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Vale a pena assistir para enriquecimento sobre o tema, visto que é um fenômeno atual. Recomendo a todos.

Francisco Canindé Costa de Melo - nota (10) Nota que Francisco Canindé Costa de Melo obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Doença péssima, porem curável com uma boa pitada de alegria celestial.

Hezrom José da Silva - nota (7) Nota que Hezrom José da Silva obteve na avaliação do estudo. - comenta:
A Depressão deve ser mais abordada nos tempos atuais e ser tratada de forma igual no sistema publico e privado, já que é uma doença de difícil diagnostico .

Processing your request, Please wait....