Escala de Coma de Glasgow


  • Palestra
  • Responda as Questões
  • Registro de Alunos [28]
O vídeo mostra como fazer a avaliação do nível de consciência através da utilização da escala de coma de Glasgow.






Avaliamos as pupilas a partir de:


Tamanho e Simetria.
Frequência Cardíaca e Temperatura.
Reação à luz.
Frequência Respiratória e Pulso.


O que é a escala de coma de Glasgow e qual é a sua finalidade clínica?


A escala de coma de Glasgow é uma escala fisiológica que constituir-se num método confiável e objetivo de registrar o nível de peso corporal de uma pessoa, para avaliação inicial e contínua após um traumatismo craniano.
A escala de coma de Glasgow é uma escala fisiológica que constituir-se num método confiável e objetivo de registrar o nível de humor e temperatura corporal de uma pessoa, para avaliação inicial e contínua após um traumatismo craniano.
A A escala de coma de Glasgow é uma escala neurológica que constituir-se num método confiável e objetivo de registrar o nível de consciência de uma pessoa, para avaliação inicial e contínua após um traumatismo craniano.
A escala de coma de Glasgow é uma escala neurológica que constituir-se num método confiável e objetivo de registrar o nível de temperatura e pressão arterial de uma pessoa, para avaliação inicial e contínua após um traumatismo craniano.


A escala de coma de glasgow avalia parâmetros de resposta estímulo motor, são eles:


Frequência cardíaca.
Melhor resposta verbal.
Melhor resposta motora.
Abertura ocular.


Na abertura ocular existem quatro níveis quais são eles?


4 Olhos não se abrem. 3 Olhos se abrem ao comando verbal. Não confundir com o despertar de uma pessoa adormecida; se assim for, marque 4, se não, 3. 2 Olhos se abrem por estímulo doloroso. 1 Olhos não se abrem. por nenhum motivo.
4 Olhos se abrem espontaneamente. 3 Olhos se abrem ao comando verbal. Não confundir com o despertar de uma pessoa adormecida; se assim for, marque 4, se não, 3. 2 Olhos se abrem por estímulo doloroso. 1 Olhos não se abrem. por nenhum motivo
4 Olhos se abrem espontaneamente. 3 Olhos se abrem ao comando verbal. Não confundir com o despertar de uma pessoa adormecida; se assim for, marque 4, se não, 3. 2 Olhos se abrem por qualquer estimulo. 1 Olhos não se abrem. por nenhum motivo.
4 Olhos se abrem espontaneamente. 3 Olhos se abrem ao comando verbal. Não confundir com o despertar de uma pessoa adormecida; se assim for, marque 4, se não, 3. 2 Olhos se abrem por estímulo doloroso. 1 Olhos se abrem espontaneamente.


No caso do nível de consciência, qual a nota que se da quando o paciente está com TCE grave.


Entre 9 e 13.
Menor ou igual a 8.
Entre 14 e 15.
Menor ou igual a 0.



Declaro que EU assisti ao vídeo: Escala de Coma de Glasgow e respondi as questões solicitadas.
  • Data Inicial : 12/4/2016 1:57:45 UTC 2016
  • Ip do Computador : 54.211.82.105




  • Logs de acesso, com hora precisa de início e fim.
  • Movimentações no site
  • Todas tentativas de envio das questões para pontuar e receber o certificado.
  • IP, Tempo ativo etc...



Eduardo Vinicius Lopes - nota (10) Nota que Eduardo Vinicius Lopes obteve na avaliação do estudo. - resume:
A escala de coma de glasgow serve para avaliar o nível de consciência da vítima, avaliando sua atividade verbal, motora e abertura de olhos, bem como a reação dos olhos à luz, tamanho e simetria das pupilas, indicando estado de coma, TCE, AVC, lesão no SNC e etc.

Fernanda Kaiane de Andrade - nota (7.6) Nota que Fernanda Kaiane de Andrade obteve na avaliação do estudo. - resume:
Escala de Glasgow, é uma escala neurológica que é bastante utilizada, que permite medir/avaliar o nível de consciência de uma pessoa que tenha sofrido um traumatismo crânio-encefálico. É usada durante as primeiras 24 horas posteriores, sendo muito importante e avalia três parâmetros: a abertura ocular, a resposta motora e a resposta verbal.

Carla Regina Vicenzi - nota (8.6) Nota que Carla Regina Vicenzi obteve na avaliação do estudo. - resume:
O abcde da vida é fantástico; A - abertura das vias aéreas e estabilização da coluna cervical B - Boa respiração e verificação da Freqüência cardíaca FR C - Controle da hemorragia e circulação pulso D - Nível de consciência E - Exposição e controle da temperatura Com esse abc você pode salvar vidas, a escala de Coma de Glasgow é simples e útil; Quanto menor a sua pontuação na escala mais grave se torna o caso da vitima, podendo-se avaliar a vitima também pelas pupilas; tamanho, simetria, e luz. Muito interessante. Segue algumas siglas e sinônimos que talvez possa ajudar: PC - parada cardíaca TCE - Traumatismo cranio encefálico AVC - acidente vascular cerebral ANOXIA - falta ou ausência de oxigênio HIPÓXIA - pouco de oxigênio Espero ter ajudado, ate mais!

CARINE ANDRADE DA SILVA DE LIMA MARGONAR - nota (9) Nota que CARINE ANDRADE DA SILVA DE LIMA MARGONAR obteve na avaliação do estudo. - resume:
A escala de coma de Glasgow é medida entre 3 e 15, apresenta-se na forma decrescente, sendo 3 a nota em caso de com e 15 em caso de consciência. Para avaliar esta escala é necessário observar 4 itens imprescindíveis, sendo eles abertura ocular, estímulo doloroso, resposta verbal e a resposta motora. Cada item, possuí sub itens que recebem uma pontuação, que irá demonstrar o grau de estado de consciência na escala.

GABRIELLA REGINA MENEZES DE MATOS - nota (10) Nota que GABRIELLA REGINA MENEZES DE MATOS obteve na avaliação do estudo. - resume:
A escala de coma de Glasgow padroniza as reações do paciente que sofreu algum dano neurologico, e nos indica a situação em que este se encontra. Sendo possível a partir daí tomar as devidas medidas, em caso por exemplo de decorticação, etc.

CRISLAINE CAJUY DOS SANTOS - nota (10) Nota que CRISLAINE CAJUY DOS SANTOS obteve na avaliação do estudo. - resume:
A escala de coma de Glasgow é uma ferramenta utilizada para avaliar o estado e o nível de consciência de um paciente no período de 24 horas apos o acidente e ocorrido um traumatismo cranio encefálico, no qual os parâmetros utilizados são três: a abertura ocular, resposta motora e verbal, cada parâmetro tem uma pontuação de acordo com a situação atual da vitima, a pontuação varia de 3 a 15 pontos, de acordo com a pontuação atingida pelo individuo na escala de Glasgow é tomada as providências cabíveis e o tratamento adequado.

HEDJANE SA DA SILVA - nota (7.6) Nota que HEDJANE SA DA SILVA obteve na avaliação do estudo. - resume:
Entendi que o A,B,C,D,E da vida é indispensável para o aprimoramento de todos que trabalham na área de saúde.

Beatriz de Souza Santos - nota (10) Nota que Beatriz de Souza Santos obteve na avaliação do estudo. - resume:
pupilas miose-contração, anisocóricas- assimetria, midríase- dilatação

maria luciene alves alcantara - nota (7.6) Nota que maria luciene alves alcantara obteve na avaliação do estudo. - resume:
A ESCALA DE COMA DE GLASGOW É MUITO IMPORTANTE PARA NOSSA AVALIAÇÃO DO PACIENTE COM RELAÇÃO AO NÍVEL DE CONSCIÊNCIA DO PACIENTE. É SIMPLES DE SER APLICADA, FÁCIL COMPREENSÃO E NOS FORNECE PARÂMETROS CONFIÁVEIS.

JOSIELMA DA SILVA FERREIRA - nota (6.6) Nota que JOSIELMA DA SILVA FERREIRA obteve na avaliação do estudo. - resume:
A escala de Glasgow é usada para avaliar o nível de consciência depois de trauma encefálico a mesma é aplicada em diferentes situações. Através da escala avalia-se três parâmetros: a abertura ocular, a resposta motora e a resposta verbal. A soma dos três valores constitui o resultado final de Glasgow da pessoa, podendo ser de escala Leve, moderada e/ou grave.

Loyslene de Paula Bonifacio - nota (8.6) Nota que Loyslene de Paula Bonifacio obteve na avaliação do estudo. - resume:
Conhecer e saber utilizar corretamente a escala de Glasgow é fundamental para equipe de saúde que lida com pacientes críticos, a escala auxilia na tomada de decisões e procedimentos adequados.



Icaro Ribeiro Cavalheiro - nota (10) Nota que Icaro Ribeiro Cavalheiro obteve na avaliação do estudo. - comenta:
ja tive estudo de enfermagem.. mas com o coma de glasgow aprendi que com o AVC as pupila se contrai podendo ser uso de droga...

Matheus Talarico da Silva - nota (10) Nota que Matheus Talarico da Silva obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Parabéns por mais esta videoaula. A professora explicou muito bem e com calma. Aprendi um pouco mais sobre a Escala de Coma de Glasgow.

Eduardo Vinicius Lopes - nota (10) Nota que Eduardo Vinicius Lopes obteve na avaliação do estudo. - comenta:
A Escala de coma de glasgow, na avaliação da consciência, e também a avaliação dos ferimentos e a manutenção da temperatura se fazem extremamente importante no primeiro atendimento à vítima. Avaliando-se a consciência do indivíduo se observa aproximadamente a causa, lesão do SNC, AVC, são situações que quando verificadas o socorrista pode salvar a vida da pessoa, portanto é extremamente relevante.

Natalia dos Santos Lisboa Nascimento - nota (3.6) Nota que Natalia dos Santos Lisboa Nascimento obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Assunto muito importante aos profissionais de saúde, pois com o conhecimento do mesmo pode ser evitado complicações graves.

Guilherme Ribeiro de Jesus - nota (9.4) Nota que Guilherme Ribeiro de Jesus obteve na avaliação do estudo. - comenta:
É um tema extremamente requisitado quando em assuntos sérios como traumatismo craniano em que aconteça sem algum indivíduo com qualquer conhecimento próximo!

Carla Regina Vicenzi - nota (8.6) Nota que Carla Regina Vicenzi obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Um assunto pouco divulgado, porem essencial, são coisas básicas que ninguém comenta.. Gostei muito.

CARINE ANDRADE DA SILVA DE LIMA MARGONAR - nota (9) Nota que CARINE ANDRADE DA SILVA DE LIMA MARGONAR obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Esse vídeo possibilitou-me compreender com facilidade a temática em questão.

Fatima Cristina Pereira da Silva - nota (9) Nota que Fatima Cristina Pereira da Silva obteve na avaliação do estudo. - comenta:
A partir da avaliação da escala de glasgow o paciente está apto para receber alta da UTI, porem a equipe multidisciplinar de vê ter amplo conhecimento de cada parâmetro da escala

GABRIELLA REGINA MENEZES DE MATOS - nota (10) Nota que GABRIELLA REGINA MENEZES DE MATOS obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Nesta aula pude compreender que a escala de glasgow é uma escala neurológica que indica-nos a situação em que o cliente se encontra após algum trauma neural.

Camila Bregeiron Sielski - nota (10) Nota que Camila Bregeiron Sielski obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Curso super importante para todos os alunos que veem este site, saber a escala de coma de glasgow pode ajudar em um socorro de vítima e na identificação da mesma se for pedido socorro via telefone. O vídeo mostra de forma bem prática e de fácil entendimento como avaliar um paciente. Parabéns.

Lucinete Muniz da Silva - nota (7) Nota que Lucinete Muniz da Silva obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Esse curso foi de grande importância para mim, pois solucionou minha dúvida sobre escala de coma de Glasgow. recomendo a todo profissional d área de saúde

LUDIMILA DE JESUS SANTOS - nota (8) Nota que LUDIMILA DE JESUS SANTOS obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Este vídeo está bem explicado, não tem como ninguém não entender está show vamos aproveitar galera e estudar cada vez mais perfeito

REGIELLY ALVES EVANGELISTA OLIVEIRA - nota (7.6) Nota que REGIELLY ALVES EVANGELISTA OLIVEIRA obteve na avaliação do estudo. - comenta:
TODOS DA ÁREA DE SAÚDE É NECESSÁRIO TER O CONHECIMENTO AMPLO, PARA MELHOR DESEMPENHO QUANDO FOR NECESSÁRIO, PARA ISTO RECOMENDO ESTES CURSOS, MUITO PROVEITOSO!

Bruna Salgado Paula - nota (8) Nota que Bruna Salgado Paula obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Ela é útil pra sabermos qual o nível de consciência de um paciente, mesmo quando ela responde apenas alguns estimulosos e identificar o grau de gravidade que permanece o mesmo.

Lion Araujo Vidal da Silva - nota (8.6) Nota que Lion Araujo Vidal da Silva obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Me identifico muito com este método, acho muito interessante e fácil de ser aplicado!

maria luciene alves alcantara - nota (7.6) Nota que maria luciene alves alcantara obteve na avaliação do estudo. - comenta:
ACHEI O ASSUNTO SUPER INTERESSANTE, BEM RESUMIDO E OBJETIVO. FÁCIL COMPREENSÃO. É A PRIMEIRA QUE PARTICIPO. VOU CONTINUAR.

Loyslene de Paula Bonifacio - nota (8.6) Nota que Loyslene de Paula Bonifacio obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Conhecer e saber utilizar corretamente a escala de Glasgow é fundamental para equipe de saude que lida com pacientes críticos, a escala auxilia na tomada de decisões e procedimentos adequados.

Processing your request, Please wait....