História da Abolição da Escravidão no Brasil


  • Palestra
  • Responda as Questões
  • Registro de Alunos [15]
Acompanhe um resgate de 100 anos de abolição da escravidão no Brasil. Tenha acesso às reflexões de vários pensadores sobre o assunto.






Segundo Castro Alves citado no documentário, como foi a chegada dos negros escravos no Brasil?


Aqui chegando, os negros se uniram aos índios na luta contra a escrevidão.
Aqui chegando, os negros foram incorporados como cidadãos dentro da nova civilização que se formava.
Aqui chegando, ao contrário do índio que conhecia o terreno, o negro não conhecia e, por isso, tinha maior dificuldade de defender-se e de organizar a luta pelo sua própria emancipação contra a brutalidade do regime escravocrata.
Aqui chegando, os negros aprenderam rapidamente como era o terreno, compreenderam como eram os hábitos dos brancos e dos índios e, assim, puderam se defender com mais facilidade contra a escravidão.


De acordo com o vídeo é possível afirmar:


Brancos, negros e índios são formadores da população brasileira.
Brancos, negros e índios são formadores da população turca.
Brancos, negros e índios são formadores da população inglesa.
Brancos, negros e índios são formadores da população armênica


Conforme o documentário, como ficou a condição da população negra após a abolição da escravidão?


A população negra passou a se organizar em lugares chamados Quilombos.
A população negra ficou sem lugar definido, ocupando uma imensa massa de desempregados.
A população negra retornou para suas nações de origem.
A população negra foi rapidamente incorporada ao mercado de trabalho e passou a ser tratada com cidadania.


Em que ano aconteceu a abolição da escravidão no Brasil?


1888.
1987.
1989.
1988.



Declaro que EU assisti ao vídeo: História da Abolição da Escravidão no Brasil e respondi as questões solicitadas.
  • Data Inicial : 12/7/2016 8:38:27 UTC 2016
  • Ip do Computador : 54.166.89.187




  • Logs de acesso, com hora precisa de início e fim.
  • Movimentações no site
  • Todas tentativas de envio das questões para pontuar e receber o certificado.
  • IP, Tempo ativo etc...



mirian albino - nota (10) Nota que mirian albino obteve na avaliação do estudo. - resume:
O resgate de 100 anos de abolição da escravidão no brasil, tendo acesso as reflexões de vários pensadores sobre o assunto. O problema da abolição ele não é visto assim como verdade, pois no Ceará em 1884, já tinha o governo e o clero declarado justiça na causo do negro, mas a princesa ISABEL, só foi decretar a liberdade aos escravos em 88, no Ceará os jangadeiros tinham um papel fundamental nesse processo de luta pela libertação.Depois da abolição branco , negros, e índios foram formando a população brasileira. Quando chegaram aqui ao contrário do índio que conhecia bem as terras, o negro por não conhecer tinha maior dificuldade em defender-se e também se organizar em lutar por sua emancipação e também contra a brutalidade do regime escravista. Depois de liberto o negro ficou sem lugar definido, ocupando uma imensa massa de desempregado, e essa população passou a se organizar em lugares como os quilombos. podemos então concluir que houve uma libertação de fachada, pois os negros ficaram sem moradias, sem saúde, sem emprego numa situação subumana, que continua a´té os os dias de hoje.

Allan da Conceição Nascimento - nota (10) Nota que Allan da Conceição Nascimento obteve na avaliação do estudo. - resume:
Fala-se muito e m igualdade racial e consequentemente, à de direitos provenientes a todos cidadãos civis. Embora constitucionalmente, nos são garantidos tais direitos, sabemos que na nossa realidade trata-se de uma utopia a ser ultrapassada, com uma enorme barreira ante a realidade a qual vivemos. Estamos pois, condicionados a uma sociedade com interesses antagônicos, emergidos em um sistema enganador que o intitularam de capitalismo; sistema este ao qual denota uma ilusão de igualdade, sendo que na realidade, o real objetivo é esmagar a grande massa da sociedade, fazendo prevalecer interesses próprios das classes dominantes. Enfim, toda esta abordagem pode ser muito bem relacionada a abolição da escravatura em 1888, ano este que também estava visível o surgimento do capitalismo, porém esse não ajudou o povo negro nem demonstrou perspectivas para mudanças futuras. O negro não foi inserido no mercado de trabalho e até os tempos atuais não houve mudança tão significativa, haja a vista que o grande contingente de negros, continuam sem uma educação de qualidade, sem postos de trabalho com salários dignos, sem falar o preconceito que ainda enfrentam. estes tendo uma formação ainda tem que disputar a vaga com um branco, vendo em sua frente os estereótipos que insistem camuflar-se. A abolição da escravatura foi um grande marco para a história do Brasil, porém não houve significativas mudanças de lá pra cá. Creio Eu. Allan Nascimento

Maria José da Conceição Santos - nota (10) Nota que Maria José da Conceição Santos obteve na avaliação do estudo. - resume:
Quando a princesa Isabel, assinou a lei que libertavas os escravos das torturas, estava na verdade jogando-os ao relento sem trabalho sem uma reforma que garantisse o sustento e a educação dos negros.

Vanessa Porto Gaudiano - nota (10) Nota que Vanessa Porto Gaudiano obteve na avaliação do estudo. - resume:
No início da colonização do Brasil os portugueses utilizaram a mão de obra indígena, porém para os índios era muito difícil entender o quão importante era os bens materiais, pois os mesmos valorizavam muito o circulo familiar. Então os portugueses começaram utilizar uma mão de obra diferente, porém já conhecida a mão de obra escrava. Neste contexto entra então a escravidão africana no Brasil. Durante a vinda dos negros ao Brasil ocorreram vários tratamentos desumanos com eles sendo trazidos em porões da embarcação onde morriam no percurso, os que chegavam com vida eram vendidos como mercadorias para fazendeiros ou senhores do engenho para as funções com a cana de açúcar e a preparação da mesma para o comércio exterior. No Brasil a escravidão durou quase 300 anos, pois era um meio muito lucrativo. Com a proibição do trafego negreiro em 1850 foi diminuindo o número de escravos e a entrada de imigrantes e assalariados a necessidade de escravos também diminuiu e assim haveria uma mexida na economia brasileira com um novo grupo de empregados. Em 28 de setembro de 1871, foi promulgada a Lei do Ventre-Livre e em 1885, foi promulgada a lei Saraiva-Cotegipe, onde beneficiava os negros com mais de 65 anos. Porem apenas em 13 de maio de 1888, através da Lei Áurea, que a liberdade total e definitiva finalmente foi beneficiado os negros. Esta lei, assinada pela Princesa Isabel filha de D. Pedro II , abolia de vez a escravidão em nosso país. A abolição trouxe uma séria de dificuldades também para os recém libertos que não conseguiam se encaixar na sociedade e não era dada oportunidade de trabalho. Apenas depois de muitos anos é que os negros foram alcançando seus direitos civis.

Marcos Lemos Castilho - nota (10) Nota que Marcos Lemos Castilho obteve na avaliação do estudo. - resume:
A abolição dos escravos no Brasil se deve a assinatura da Lei Imperial também conhecida com Lei Áurea que foi assinada no dia 13 de Maio de 1888 num domingo. Foi assinada por Dona Isabel, bisneta de D. João VI. O projeto de Lei previa a extinção do trabalho escravo em todo o Brasil. Fomos o último país do continente americano a abolir de vez o trabalho escravo.



mirian albino - nota (10) Nota que mirian albino obteve na avaliação do estudo. - comenta:
A situação dos negros não mudou muito nos dias atuais, continuam com os mesmos problemas da época da escravidão, vivem os mesmos preconceitos com a sua cor, ganha salário menor que o branco, continua sem moradia decente, não tem saúde, e somente o que mudou é que eles não vivem mais algemados com correntes mas mutos ainda vivem algemados na alma.

Ivania Bresolin Vendramin - nota (10) Nota que Ivania Bresolin Vendramin obteve na avaliação do estudo. - comenta:
É lamentável o Brasil acabar com a escravidão por pressão externa e não por interesse de seus governantes da época.

Allan da Conceição Nascimento - nota (10) Nota que Allan da Conceição Nascimento obteve na avaliação do estudo. - comenta:
A abolição da escravatura foi um marco muito importante para o nosso país. Embora muitos abstenham-se de visões controvérsias relativas ao contexto pelo qual o documento, outorgado pela princesa Isabel foi forjado. Não podemos renegar a grande valia deste feito nem tampouco desmerecer os protagonistas da história. Fato explicito é: a escravidão acabou, porém perpetuou-se o preconceito, os estereótipos calcados ao povo negro, a repressão as religiões de matrizes africanas e uma serie de fatores que insistem em menosprezar uma parcela tão significativa da nação.

Vanessa Porto Gaudiano - nota (10) Nota que Vanessa Porto Gaudiano obteve na avaliação do estudo. - comenta:
A escravidão no Brasil infelizmente foi de uma maneira muito cruel deixando fortes cicatrizes em nosso país. Estudando mais minuciosamente este assunto podemos entender melhor a necessidade que os negros tinham para tentar a qualquer custo a sua liberdade. Perdendo muitas vidas durante o percurso. Um povo que não desistiu mostrou coragem e força por seus princípios.

andressa arroyo garcia - nota (10) Nota que andressa arroyo garcia obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Esse foi o primeiro passo de muitos para a busca da igualdade.

Harmony Diosinay Maciel de Araújo - nota (10) Nota que Harmony Diosinay Maciel de Araújo obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Vídeo muito interessante. A escravidão é algo que devemos sempre nos lembrar, pois ainda colhemos os frutos desse regime.

Francisco Canindé Costa de Melo - nota (10) Nota que Francisco Canindé Costa de Melo obteve na avaliação do estudo. - comenta:
O Brasil foi o último país do mundo a abolir a escravatura. Isso aconteceu em 13 de maio de 1888, quando a Princesa Isabel assinou a “Lei Áurea”. Desde então iniciou-se os movimentos abolicionistas que marcaram e deixaram a liberdade ir a tona sobre uma raça que desde então toma atitudes e se tornarão cidadão como todos.

Francisco Geraldo Ribeiro da Silva Júnior - nota (6.7) Nota que Francisco Geraldo Ribeiro da Silva Júnior obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Curso muito bom, ampliei meu conhecimento na área, aprendi muito sobre a abolição da escravidão no Brasil.

Marcos Lemos Castilho - nota (10) Nota que Marcos Lemos Castilho obteve na avaliação do estudo. - comenta:
A abolição da escravidão no Brasil ocorreu em 13 de Maio de 1988 com a assinatura da Lei Áurea pela bisneta de D. João VI Dona Isabel princesa imperial do Brasil. O Brasil foi o último país do continente americano a abolir os escravos.

Jáisse Mendes Souza Cunha - nota (10) Nota que Jáisse Mendes Souza Cunha obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Rio de Janeiro foi a primeira cidade brasileira a recusar seu passado colonial, isso por ser a sede do governo e o centro de modernidade naquela época.

Processing your request, Please wait....