História da Arte Moderna


  • Material de Estudo
  • Responda as Questões
  • Registro de Alunos [5]






Classifique de acordo com o que você aprendeu:


O Cubismo foi uma vanguarda que influenciou outros estilos.
André Breton é um escritor Naturalista.
O Futurismo não tinha ideologia política.
Gustave Coubert ficou conhecido como um pintor realista.


Assinale a s alternativa s correta s :


A temática naturalismo é voltada para a natureza
O naturalismo foi criado na Espanha, no século XIX.
Os pintores naturalistas costumavam pintar ao ar livre
O naturalismo foi uma vertente do realismo, sendo caracterizado como o extremo do realismo.


Assinale a alternativa correta:


Pontilhismo é uma técnica pós-impressionista.
Os impressionistas não misturavam as cores na paleta.
O Fauvismo usava cores neutras.
O Impressionismo e o Simbolismo surgiram na Espanha.


Assinale a s alternativa s correta s :


Expressionismo é sinônimo de um amplo movimento heterogêneo, de uma atitude e de uma nova forma de entender a arte.
O expressionismo compreende a deformação da realidade para expressar de forma subjectiva a natureza e o ser humano.
O expressionismo foi um movimento artístico surgido na Alemanha no início do século VII.
Manifestou-se inicialmente através da pintura, coincidindo com o aparecimento do fauvismo francês.



Declaro que EU estudei o conteúdo: História da Arte Moderna e respondi as questões solicitadas.
  • Data Inicial : 12/5/2016 4:23:46 UTC 2016
  • Ip do Computador : 54.158.83.210




  • Logs de acesso, com hora precisa de início e fim.
  • Movimentações no site
  • Todas tentativas de envio das questões para pontuar e receber o certificado.
  • IP, Tempo ativo etc...



Larissa de Castro Alfaya - nota (6.7) Nota que Larissa de Castro Alfaya obteve na avaliação do estudo. - resume:
O estudo sobre a História da Arte Moderna proporcionou o aprendizado sobre o Realismo, movimento que buscava retratar a realidade sem subjetivismo ou idealização. Tal movimento foi inspirado pela Revolução industrial e pelo surgimento da fotografia.

Helda Scarpim - nota (6) Nota que Helda Scarpim obteve na avaliação do estudo. - resume:
Revolução Industrial - otimismo - igreja já não ditava as normas das artes, nem os clássicos. Fim do séc. XIX, enquanto neoclassicismo e romantismo rivalizavam surge o Realismo: - sem subjetivismo, nem idealizações. - influenciado pelo surgimento da fotografia, arte tbm podia servir como denúncia social. - realidade sem adição para torná-la mais bela e aceitável. "O romantismo era a apoteose do sentimento e o realismo a anatomia do caráter" Eça de Queiroz, poeta português. Arquitetura: fábricas, ferrovias, escolas, hospitais, urbanização. Torre Eiffel, 1889. Escultura " O Pensador" de Rodin. Pintura: Gustave Coubert, Édouard Manet e Jean François Millet descritivas, objetivas, e não idealizadas Teatro: "A Dama das Camélias", sobre prostituição, 1ª peça realista. Literatura: crítica a igreja e a sociedade burguesa. Gustave Flaubert, Balzac, Charles Dickens, Eça de Queiroz e, no Brasil, Machado de Assis. Naturalismo: realismo ao extremo, seria uma vertente radical dele com temática de natureza, pinturas ao ar livre. Literatura: Émile Zola, Maximo Gorki e no Brasil, Aluísio de Azevedo com "O Mulato". Impressionismo: 1874 - 1886, invenção da luz elétrica 1879 , contorno não nítido das figuras, principal preocupação: luminosidade, diferentes tons ao longo dos períodos do dia; mistura de cores aos olhos do espectador com duas pincelas de cores distintas e próximas diretamente na tela, não na paleta. Renoir, Pissaro, Sisley e Degas, sendo Monet o mais importante. Neoimpressionismo ou Pontilhismo: teoria das cores complementares. Pós-impressionismo: ligação entre impressionismo e as vanguardas avant-garde, anteceder à tropa Vincent Van Gogh - Expressionismo Cézanne - Cubismo Paul Gauguin - Simbolismo: representar valores sublimes opostos à razão analítica, subjetividade, fantasia, paixão, sonho e mistério. Universo além das aparências, formas vaporosas, coloridas, linhas ornamentais que provocam o imaginário. Gustave Moreau, Chavannes, Redon, Franz von Stuck e Carlos Schwabe que ilustram o livro "As Flores do Mal", Baudelaire. Musica: aliteração e ressonância RIMA , sinestesia mistura dos sentidos . No Brasil, Augusto dos Anjos e Crus e Souza. Arts and Crafts ofícios , Inglaterra. Base para o atual design, movimento artístico, estético e social. Fundadores: Moris e Ruskin, defendem que a arte deveria desempenhar papel social na educação da sensibilidade e do gosto, valorização do artesanato frente às linhas de montagem. Animais e plantas. Fim da distinção entre artesão e artista. Art Nouveau - Bélle Époque, cultura do divertimento e progresso, linhas sinuosas e assimétricas, cores pouco vibrantes, Afons Mucha e Gustav Klint. Arquitetura: Gaudi e Guimard. Escultura: Maillol. Art Déco - linhas retas e circulares estilizadas, formas geométricas, desenhos abstratos, animais e formas femininas. Fauvismo - paralelo e contrário ao impressionismo, 1905 - 1907, fauves feras em francês , cores intensas e fortes, evitavam tridimensionalidades e tentavam reproduzir as emoções invés de retratar a realidade, temas alegres, instinto valorizado. Líder: Matisse. Expressionismo: até 1945, heterogêneo, realidade distorcida, figuras deformadas, cores contrastantes, critica social, temas incomuns como medo, angústia, solidão, tristeza, e miséria. Escultura: formas livres, agressivas e imperfeitas com texturas rudes. Pintura dramática pelo inconsciente coletivo da época entre guerras apesar de desejar liberdade artística. Die Brucke A ponte e Der Blaue Reiter O cavaleiro azul , Munch, Kandinsky. Literatura: angustiante, absurdo existencial. Teatro: temática social, sexual e psicanalítica. Música: Schonberg, Berg e Webern. Dança: Laban e Mary Wigman. Nova objetividade: surge na Alemanha em 1920, grupo perseguido pelo regime nazista e por isso teve fim em 1933. Fotografia, Albert Renger Patzsch, uso da luz de forma funcional, enquadramentos diferentes. Cubismo: "Les demoiselles d´Avignon" Picasso , ausência de perspectiva, transformação de figuras em formas geométricas. 3 fases: Primitiva ou Cézanista 1907 - 1912 , Analítica ou Hermética 1910- 1912 e Sintética 1913-1914 , colagens. Influencia das artes étnicas. Escultura: Arckipenko e Lipchitz Música: Stravinsky Poesia: Apollinaire Orfismo: maior importância as cores que as formas geométricas. 1911- 1914 Abstração com contrastes de tons frios e quentes objetivando criar um ritmo quase musical. Kupka, Delaunay e Léger. Futurismo: Filippo Marinetti, 1909, manifesto futurista, desvalorizava tradições e cultuava o progresso, a velocidade e a eletricidade. Integrantes uniram-se ao FASCISMO. Propaganda e tipografia. Dadaísmo: criado na Suiça 1916-1922 , arte irracional com o objetivo de escandalizar. Tristan Tzara, Marcel Duchamp Surrealismo: expressar o inconsciente, sonho, imaginação e instintos. Temas: corpo, loucura, erotismo e dor. Influenciado pelas teorias de Freud. Imagens com elementos perturbadores, estranhos ou deslocados. Ilusões óticas. René Magritte, Dalí, Max Ernst, Miró e Giacometti. Teatro e Poesia: Artaud. Literatura: Breton, Paul Éluard, Louis Aragon e jacques Prevert. Cinema: Luis Bunuel Abstracionismo: significados subjetivos, despertar emoções. 2 vertentes: lírica ou informal instintiva e intuitiva e geométrica ou racional neoplasticismo de Mondrian com a redução as cores primárias/ suprematismo com redução à quadrados e circulos Construtivismo: conexões entre arte e tecnologia, defende a funcionalidade, apoiados por Lenin.



Larissa de Castro Alfaya - nota (6.7) Nota que Larissa de Castro Alfaya obteve na avaliação do estudo. - comenta:
O estudo da História da Arte Moderna foi importante para a compreensão ampla do tema, abarcando as principais ideias trazidas por movimentos como o realismo, naturalismo, expressionismo, cubismo, dentre outros. Além disso, conhecer um pouco mais de artistas consagrados e que sempre são citados cotidianamente, como Van Gogh, Picasso e Monet, foi uma experiência única.

Helda Scarpim - nota (6) Nota que Helda Scarpim obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Excelente curso, extenso pois o conteúdo assim o é. O otimismo da arte deste período contagia e inspira a aprofundar ainda mais o assunto. O liberta-se da arte da igreja permitiu a ampliação do conceito artístico.

Lygia Almeida - nota (7) Nota que Lygia Almeida obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Gostei muito desse curso. Acho que englobou diversos temas importantes da História da Arte Moderna de forma simples, objetiva e interessante.



Você também pode deixar sua marca!!!
Além de contribuir com o aprendizado de futuros alunos você também ganha um troféu em seu certificado!

Somente é possível registrar resumo ou recado após enviar as questões para avaliação.

Processing your request, Please wait....

Descubra as origens da Arte Moderna! Aprenda sobre os diferentes estilos desta época da História da Arte.