Novo Código Florestal – Avanços e Retrocessos


  • Palestra
  • Responda as Questões
  • Registro de Alunos [6]
Especialistas discutem o novo Código Florestal analisando principalmente os avanços e retrocessos ocorridos com a nova lei.






Considera-se Área de Preservação Permanente, em zonas rurais ou urbanas, de acordo com a nova lei:


As áreas no entorno dos reservatórios d’água artificiais, decorrentes de barramento ou represamento de cursos d’água naturais, na faixa definida na licença ambiental do empreendimento.
As áreas no entorno das nascentes e dos olhos d’água perenes, qualquer que seja sua situação topográfica, no raio mínimo de 100 cem metros
As áreas no entorno dos lagos e lagoas naturais, obedecendo as faixas mínimas de largura.
As áreas no entorno das nascentes e dos olhos d’água perenes, qualquer que seja sua situação topográfica, no raio mínimo de 50 cinquenta metros.


A Lei nº 12.651 que institui o novo Código Florestal estabelece que:


Florestas existentes no território nacional e as demais formas de vegetação nativa, reconhecidas de utilidade às terras que revestem, são bens de interesse privado.
Nos pantanais e planícies pantaneiras, é permitida a exploração ecologicamente sustentável.
Florestas existentes no território nacional e as demais formas de vegetação nativa, reconhecidas de utilidade às terras que revestem, são bens de interesse comum a todos os habitantes do País.
A vegetação situada em Área de Preservação Permanente deverá ser mantida pelo proprietário da área, possuidor ou ocupante a qualquer título, pessoa física ou jurídica, de direito público ou privado.



Declaro que EU assisti ao vídeo: Novo Código Florestal - Avanços e Retrocessos e respondi as questões solicitadas.
  • Data Inicial : 7/25/2017 22:34:42 UTC 2017
  • Ip do Computador : 54.167.245.235




  • Logs de acesso, com hora precisa de início e fim.
  • Movimentações no site
  • Todas tentativas de envio das questões para pontuar e receber o certificado.
  • IP, Tempo ativo etc...



Fábio Miranda Gomes Xavier - nota (7) Nota que Fábio Miranda Gomes Xavier obteve na avaliação do estudo. - resume:
O novo código florestal relativiza as leis ambientais com relação aos tamanhos de propriedade. Diferencia os corpos d`água, sendo todos os naturais tendo o seu entorno considerado apps. Também o são áreas de topo de morro, e encostas com mais de 45º de declividade.

Izadora Cardoso Oliveira de Almeida - nota (8.5) Nota que Izadora Cardoso Oliveira de Almeida obteve na avaliação do estudo. - resume:
O novo código foi sancionado em 25 de maio e criou o CAR Cadastro Ambiental Rural que pretende notificar e mensurar as propriedades rurais para ter mais controle sobre o sistema agrícola para melhor administrar,além de proteger as áreas de reserva ambiental



Marco Antônio Ayub Costa Monteiro - nota (10) Nota que Marco Antônio Ayub Costa Monteiro obteve na avaliação do estudo. - comenta:
Excelente a palestra sobre os avanços e retrocessos do novo Código Florestal. Indico a todos.

Izadora Cardoso Oliveira de Almeida - nota (8.5) Nota que Izadora Cardoso Oliveira de Almeida obteve na avaliação do estudo. - comenta:
É imensurável a importância do novo código florestal,porém percebi que ainda precisa de diversas adaptações e modificações para entrar em voga

Luiz Antonio Barros Albuquerque Junior - nota (8.5) Nota que Luiz Antonio Barros Albuquerque Junior obteve na avaliação do estudo. - comenta:
O novo código florestal é muto mais ruralista do que ambientalista, sendo assim, apresentou mais retrocessos do que avanços, do ponto de vista ambiental.

Querlanio Correa de Oliveira - nota (10) Nota que Querlanio Correa de Oliveira obteve na avaliação do estudo. - comenta:
A aprovação do Novo Código Florestal trouxe para o Brasil várias discussões em relação a melhorias ou não.



Você também pode deixar sua marca!!!
Além de contribuir com o aprendizado de futuros alunos você também ganha um troféu em seu certificado!

Somente é possível registrar resumo ou recado após enviar as questões para avaliação.

Processing your request, Please wait....